Google+ Followers

sábado, 30 de junho de 2012

O Navio Negreiro

página 38, cena 3.

 Partindo da África para as casas de engenhos em Pernambuco, São Vicente ou Salvador, os negros eram transportados em péssimas condições e muitos não resistiam a viagem angustiante pelos mares tenebrosos, entretanto, o que mais me admirou em toda essa faceta da história é que os negros eram muito mais higiênicos do que os brancos, pois eles tomavam muitos banhos em um dia e os europeus tomavam pouquíssimos banhos em um ano!
 No Ceará a importação de negros não foi muito frequente pois não havia canaviais, outra economia se desenvolveu: a pecuária e a vaquejada; por isso aqui foi o primeiro lugar do Brasil onde se lutou pela libertação negra.

quinta-feira, 21 de junho de 2012

EM BUSCA DE OURO

Tropa do açoriano Pero Coelho procurando ouro nas matas da região do Jaguaribe em Aracati.
cena 1 da página 39.


"Talvez por dinheiro um dia até explodirias
                                       
O mundo inteiro e eu queria ser teu travesseiro

Quando se vês apenas como mais um a chorar
                          
Sempre em busca do prazer do ouro
                           
Quem te interfere perde o couro
                       
Mas te esqueces, teu tesouro é teu coração

E todo mal que o consome
                        
Bicho mau, bicho mau, bicho homem
                        
Bicho mau, bicho mau, bicho homem"

- Bicho Homem.
Baia e os Rock Boys.
http://www.youtube.com/watch?v=4-fmflS-6Es&feature=player_embedded